Vestuário e comportamento social

Junte-se aos mais de 12.342 comunicadores

Inscreva-se em nossa newletter e receba conteúdos exclusivos de comunicação

O vestuário e o comportamento são dois tópicos muito importantes quando falamos de gestão de imagem, são as partes externas do que quer passar, ser visto…

Usualmente a primeira coisa que fazemos no automático, pra dentro de nós mesmos, assim que encontramos alguém é “julga-la” pela roupa que está vestindo…, porém, nem sempre o que a pessoa veste corresponde ao seu comportamento e até mesmo caráter.

Claro que vestir-se bem é importante, independente da sua situação financeira e de acompanhamento das trends de moda, mas sim, as roupas devem ser condizentes, coerentes para todas as ocasiões.

Um encontro, uma entrevista de emprego, ambiente de trabalho, reunião de negócios ou de clientes, viagem…, mas nem sempre isso acontece e somos rotulados pelo externo. 

Isso que estamos conversando abordo ponto a ponto na consultoria sobre Pessoal Branding, justamente pela interrogativa de como me auto conhecer e ao mesmo tempo saber o que quero, com farei e onde quero chegar, se não posso conciliar com o vestuário e comportamento imposto, padrão nas ocasiões, daí tudo acaba indo por água abaixo…

Pra começar a te orientar e poder entender melhor, até mesmo pra se contratar minha ajuda, não se sinta 100% perdido ou até mesmo ache que não vai funcionar, vou dispor de 10 dicas de como alinhar os padrões entre você exatamente como é, vestuário e comportamento.

Estes 10 itens podem ser adotados no ambiente de trabalho, convívio social e até mesmo âmbito familiar…

Comportamento:

  • “Por favor” e “obrigado”
  • Desculpar-se
  • Cumprimentar a todos que conhecer
  • Respeitar os mais velhos
  • Agradecer sempre que necessário
  • Não interromper diálogos
  • Cumprir o combinado
  • Saber se apresentar (isso vale também nas redes sociais, e como pode fazer isso em silêncio) 
  • Olhar nos olhos, SEMPRE!
  • Não falar palavrões e gírias em excesso. 
  • EQUILÍBRIO é tudo. Essa vai de bônus, o restante, falamos mais e consultoria. 

Não adianta você sair de casa limpo (a) e cheiroso (a), barba feita ou cabelo com penteado, boa maquiagem… e compartilhar de um comportamento deselegante.

Suas atitudes estão integradas ao vestuário. Por isso vestuário e comportamento podem andar juntos.

As roupas que você veste são um fator extremamente importante em cada ocasião como falamos, mas pra constituição da sua imagem elas precisam estar acompanhadas de uma educação primorosa, um intelecto minimamente condizente…

ocê não pode ser uma caixa de presente perfeita, super bonita, e por fora, quando falar deixar tudo a perder. 

Você acha que isso não é importante ou percebido?

Pois lamento dizer que é tanto, que até nas redes sociais se torna exposto. Ninguém finge uma coisa por muito tempo.

Espero ter lhe ajudado, e antes de dizer que isso é obvio, analise seu dia a dia e veja se cumpre a todos, agindo com excelência, porque até mesmo cumprido, mas sem ser algo embrionário, vai dificultar a exposição positiva.

Fingir ser o que não é, também não é bom. 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cursos Gratuitos

Previous
Next

Posts Relacionados